Dissertation Writing service Buy Dissertation Online essay writing service cheap essay writing PROJETOS DE PESQUISA - APROVADOS EM ÓRGÃOS DE FOMENTO | Departamento de Medicina Veterinária
 

PROJETOS DE PESQUISA - APROVADOS EM ÓRGÃOS DE FOMENTO

1. Título do Projeto: A Medicina Veterinária Legal Aplicada à Perícia nos Crimes Contra a Fauna
Pesquisadora: Profa. Andrea Alice da Fonseca Oliveira
Financiamento: CAPES/PRO-FORENSES - Projeto em rede
Resumo: A Medicina Veterinária Legal está em franco crescimento e o seu objetivo é proteger os animais domésticos e selvagens, com base na legislação e levando em consideração o ser humano. Casos envolvendo crueldade com animais acontecem com frequência e o médico veterinário é o profissional mais competente para realizar as respectivas perícias. Os conhecimentos técnico-científicos na área de perícia ambiental visam orientar a maneira como o médico veterinário deve proceder mediante processos de envolvimento legal, esclarecendo os fatos perante acontecimentos criminosos ou suspeitos.
 
 
2. Título do Projeto: Título do Projeto:dinâmica hormonal, metabólica e das proteínas de fase aguda em ovelhas com e sem cetose
Pesquisador: Prof. Pierre Castro Soares
Financiamento: CNPq
Resumo: A cetose, também conhecida como toxemia da prenhez, é uma doença caracterizada por transtornos no perfil metabólico e hormonal que acomete ovelhas e cabras no final da gestação, geralmente com dois ou mais fetos, sendo mais frequentemente observada nas últimas seis semanas. É uma enfermidade de alta letalidade e que tem assumido papel de destaque na casuística de enfermidades de diferentes naturezas em pequenos ruminantes, sendo prevalente nos criatórios de caprinos e ovinos no estado de Pernambuco, particularmente com base na casuística da Clínica de Bovinos de Garanhuns que tem recebido com frequência animais acometidos com cetose e que tem despertado interesse da comunidade científica para estudos que permitam conhecer mais detalhadamente sua fisiopatologia e poder estabelecer medidas de controle efetivo com orientações técnicas capazes de minimizar os efeitos negativos que esta enfermidade propicia ao agronegócio da carpino-ovinocultura no Estado, bem como em outras regiões do Brasil. Embora sejam identificadas pesquisas relacionadas com esta temática, oferecendo-se informações sobre variáveis do perfil metabólico em ovelhas e cabras com cetose, verifica-se a necessidade do desenvolvimento de pesquisas com o intuito de melhor estudar a patogênese desta enfermidade, relacionando o perfil bioquímico, não só sanguíneo, como também o urinário e perfil hormonal, além de novas temáticas da biopatologia clínica, com as proteínas de fase aguda e interleucinas. Objetiva-se, com este projeto, avaliar o perfil de biomarcadores do perfil hormonal, do metabolismo energético, proteico, mineral e das proteínas de fase aguda em ovelhas com e sem cetose. Serão utilizadas ovelhas prenhas, oriundas de propriedades localizadas no estado de Pernambuco, e encaminhadas para atendimento clínico na Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE, sediada em Garanhuns/PE, e no Hospital de Grandes Animais do Departamento de Medicina Veterinária/UFRPE, sediado no Recife/PE. Todos os animais serão submetidos ao exame clínico, para que seja estabelecido o diagnóstico de cetose ou de outras enfermidades relacionadas a problemas obstétricos. Após o estabelecimento do diagnóstico, as ovelhas serão categorizadas em dois grupos: Grupo Sem Cetose (G1) e Grupo Com Cetose (G2). Estimar-se-á, no período proposto do referido projeto, o número amostral de 100 animais, sendo 50 animais para cada grupo G1 e 50 animais para o grupo G2. Os materiais biológicos serão coletados de animais que venha a ser atendidos nas respectivas unidades no período de agosto de 2016 a dezembro de 2018. Será considerado, como indicadores de inclusão para o grupo com cetose (G2), animais que tenha quadro clínico de cetose, baseado no exame clínico e ultrassonográfico, bem como dados da urinálise (cetonúria) e quantificação das concentrações plasmáticas de β-hidroxibutirato igual ou maior que 0,8 mmol/L e de ácidos graxos não esterificados (AGNE) igual ou maior que 0,4 mmol/L. As ovelhas que irão constituir o grupo controle (G1) serão aquelas que não apresentem dados de exame clínico, ultrassonográfico e exames laboratoriais sem caracterização de cetose, conforme os indicadores de inclusão supracitados. Os animais serão submetidos ao exame ultrassonográfico, para registro do número de fetos e avaliação da condição de viabilidade deste(s) no útero, permitindo, desta forma, decidir por intervenção cirúrgica ou não. Serão registrados dados referentes ao sistema de criação e dos manejos sanitário, reprodutivo e nutricional dos animais, sendo os dados registrados em protocolo individual. Serão coletadas amostras de sangue, para obtenção de soro e plasma, além de urina, para estabelecer análises atendam aos objetivos do projeto. Serão analisados: glicose, ß-hidroxibutirato, ácidos graxos não esterificados, colesterol, triglicérides, frutosamina, creatinina, ureia, aspartato aminotransferase, gama glutamiltransferase, fosfatase alcalina, proteína total, albumina, globulina, sódio, potássio, cloro, vitamina B12 e ácido fólico. Os hormônios serão: insulina, cortisol, estradiol, progesterona, T3 e T4 Totais e leptina. As proteínas de fase aguda serão realizadas por eletroforese em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio. No exame químico da urina será realizado para averiguar a presença de corpos cetônicos, os quais serão detectados por meio de tiras reativas comerciais. Será realizado registro do escore corporal. Os dados serão processados utilizando-se o procedimento PROC MIXED do pacote Statistical Analysis System para análise de variância, considerando o fator de variabilidade: grupos (Com e Sem Cetose), tipo de gestação (Simples ou Gemelar), escore corporal e sistema de criação (Intensivo ou Extensivo). Para as variáveis cuja medida de tendência central for à mediana, serão empregados testes não paramétricos para amostras independentes (Manny-Whitney). Para todas as análises estatísticas realizadas será adotado o nível de significância (p) de 5%. Análises de correlação entre pares de variáveis serão realisadas, obtendo-se o coeficiente de Spearman, para variáveis com resposta não paramétricos e Pearson para as variáveis paramétricas. O nível de significância obtido para todas as correlações será de p<0,05. Existe parceria com grupo que trabalha com enfermidades nutricionais e metabólicas, na Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE, com o Laboratório de Análises Clínicas da Faculdade de Ciências Agrárias da UNESP de Jaboticabal. Com o Centro de Pesquisa em Ciência Animal da Universidade de Missouri/USA, será efetuada parceria científica. Tem-se à participação de profissionais com comprovadas experiências em pequenos ruminantes, que tem trabalhado com pesquisas em metabologia das doenças nutricionais e metabólicas de ruminantes, o que facultará formação de recurso humano aos níveis de iniciação científica e mestrado, além de difusão de conhecimento por meio de eventos técnico-científicos e publicações de artigos em revistas especializadas. 
 
 
3. Título do Projeto: Impacto da Toxoplasmose na população animal e humana na Ilha de Fernando de Noronha, PE e implantação de um modelo de vigilância ativa para a enfermidade
Pesquisador: Prof. Rinaldo Aparecido Mota
Financiamento: FACEPE
Resumo: A toxoplasmose é uma zoonose parasitária de distribuição mundial, de importância médica e veterinária, amplamente prevalente em seres humanos e animais em todo o mundo. É causada pelo coccídeo intracelular obrigatório Toxoplasma gondii, capaz de infectar todos os animais homeotérmicos, incluindo o homem. Esse parasito é conhecido por causar doença congênita e abortos no homem e animais domésticos. De acordo com o Resumo Executivo - Plano de Manejo da APA de Fernando de Noronha, é evidente a carência de trabalhos científicos que envolvam a estrutura e interações biológicas das comunidades da ilha. Tais interações só tendem a aumentar nesta área, devido às atividades turísticas, crescimento urbano desordenado, introdução de espécies exóticas, além de atividades de pecuária e agricultura em geral. Diante disso, objetiva-se realizar a caracterização epidemiológica da toxoplasmose com vistas ao estudo do impacto desta enfermidade em animais e humanos e implementar ações de vigilância ativa, prevenção e controle da doença na Ilha de Fernando de Noronha.